A boa convivência perto das áreas de piscina
Voltar para o blog

A boa convivência perto das áreas de piscina

O Verão está chegando e as áreas de piscinas em condomínios, que já são um atrativo o ano todo, se tornam ainda mais tentadoras com a presença de temperaturas elevadas.
Porém, para evitar conflitos, é importante estabelecer regras e limites que devem ser do conhecimento de todos os condôminos.
Como a maioria das regras de condomínio, elas devem ser discutidas com todos os condôminos em assembleia geral, para que todos estejam de acordo e cientes do regulamento.
Neste texto você encontrará dicas sobre regras de boa convivência para áreas de piscina em condomínios, visando manter a harmonia entre os moradores e promover o bem estar de todos.
 
VISITANTES
Em relação aos visitantes é importante considerar o tamanho do condomínio. Em prédios menores, proibir a entrada de visitantes nas áreas da piscina pode não fazer sentido, já que são poucos moradores e poucos visitantes circulando.
Para empreendimentos maiores é necessário impor limites ou, em certos casos, até proibir a entrada de visitantes nas áreas da piscina. Pode parecer desnecessário, porém imagine um final de semana de verão em um condomínio com 200 apartamentos. Se metade dos apartamentos trouxer um visitante para a área da piscina teremos problema de superlotação, ultrapassando muito a capacidade padrão da piscina e colocando em risco a segurança de todos.
Cada caso é um caso e talvez a proibição não seja o melhor caminho. Limitar o número de visitantes por apartamento? Talvez.
O importante é entender que, caso seja permitida a entrada de visitantes nas áreas da piscina, eles devem obedecer as normas e regras do condomínio como qualquer condômino.
 
APARELHOS DE SOM, BEBIDAS E ALIMENTOS
A área das piscinas é uma área comum, ou seja, ela é de uso de todos os moradores do condomínio e a boa convivência deve ser estimulada.
Por isso evite músicas em um alto volume, afinal nem todos tem o mesmo gosto musical.
Evite também o consumo de bebidas e comidas no espaço das piscinas. Além de sujar a água e o espaço comum, copos e garrafas de vidro podem provocar acidentes.
 
TRAJES DE BANHO NO ELEVADOR E ESPAÇOS COMUNS
Circular com trajes de banho nas áreas comuns do condomínio e dentro de elevadores é deselegante e pode causar desconforto em vizinhos e visitantes.
Portanto, use trajes adequados no caminho entre a sua casa e a piscina e se certifique de estar seco antes de voltar para casa, afinal pisos molhados podem causar acidentes.
 
NUNCA URINE NA PISCINA
Além de ser uma questão de educação e higiene, urinar na piscina causa uma reação química entre a ureia e o cloro, podendo apresentar reações adversas ao corpo humano, como vermelhidão nos olhos e até desconforto respiratório.
 
USE A DUCHA!
Usar a ducha antes de entrar na piscina é essencial. Ela elimina o suor e outras excreções corporais, além de remover o excesso de protetores solares, bronzeadores e cremes que podem sujar a água ou até provocar reações alérgicas em outras pessoas.
Além disso, esses produtos dificultam o tratamento da água da piscina e aceleram o processo de deterioração dos equipamentos.
Portanto, o uso da ducha não só é uma questão de higiene, mas também é essencial para minimizar gastos de manutenção e preservar a qualidade da água.
 
CUIDADO COM AS CRIANÇAS
Por questões óbvias de segurança, as crianças devem sempre estar acompanhadas pelos pais ou algum responsável. É importantíssimo estabelecer uma idade mínima para a permanência na área sem acompanhante ou responsável, e essa idade deve ser de conhecimento de todos os condôminos.
Normalmente a faixa etária vai de 7 a 12 anos.
 
ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO
A permanência de animais de estimação na área da piscina ou mesmo dentro da piscina não é proibida, porém deve ser decidida em assembleia com todos os moradores.
Apesar da maioria das pessoas gostarem de animais de estimação, nem todos partilham do mesmo sentimento e é preciso respeitar.
 
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
É importante estabelecer um horário inicial e máximo de funcionamento das piscinas. Isso é crucial para que funcionários tirem um dia da semana para fazer a manutenção da área com todos os cuidados necessários.
Sem contar o barulho que crianças e adultos podem provocar sem um horário máximo de funcionamento, perturbando outros moradores.
 
COLOQUE TUDO EM UMA PLACA!
É fundamental que todas as normas estabelecidas em reunião geral sejam dispostas em uma placa, indicando a moradores e visitantes quais as limitações e regras para o uso da área da piscina. Informe dados como profundidade, idade mínima para uma criança frequentar desacompanhada, horários e etc.
 
Agora que sabe das questões mais comuns em relação ao uso da área da piscina em condomínios, realize uma assembleia geral e discuta com outros condôminos as atuais normas presentes em seu condomínio e faça as atualizações necessárias para um verão sem estresses ou preocupações.
 
 

Outros posts

  1. Noro Imóveis: cada vez mais online, cada vez mais próxima

    Noro Imóveis: cada vez mais online, cada vez mais próxima

    Trabalhar com venda de imóveis é realizar sonhos. Ao pensar na nova casa, no futuro, nas múltiplas possibilidades de como viver, buscamos inspiração em vários lugares. Nas nossas memórias...

  2. Cadê a Bolha?

    Cadê a Bolha?

    Nos últimos dias, tenho sido questionado por amigos, clientes, colegas e parceiros referente a um alerta feito pelo Nobel de economia Robert Shiller sobre a formação (e estouro) da chamada Bolha...

  3. Soluções para cozinhas pequenas

    Soluções para cozinhas pequenas

    Todo mundo adora ficar na cozinha conversando com os amigos, principalmente se for na hora do preparo daquela refeição deliciosa. Pensando nisso, algumas decorações são especialmente criadas...

Centro - Santa Maria/RS

Vendas
55 3223-0950
Locações
55 3217-4917
Plantão de Vendas
55 99977-1229
Plantão de Locações
55 99960-0950

Centro - Santa Maria/RS

Plantão de Vendas
55 99977-1229
Plantão de Locações
55 99960-0950
|